Equipes de alto desempenho: competição + colaboração

Ter equipes de alto desempenho faz toda a diferença para um negócio. Grupos assim conseguem fazer mais com menos e geram uma importante vantagem competitiva para a empresa.

Porém, elas não se formam de maneira espontânea. É preciso que o líder estimule a sua criação e, para tanto, o equilíbrio entre competição e colaboração é muito positivo. Para extrair o melhor do seu time, veja como agir como líder.

Deixe claros quais são os objetivos do time

Uma atuação alinhada com a estratégia é fundamental para conseguir mais assertividade. Sem comunicação, isso não é possível. Se a equipe não conhece quais são os pontos de interesse e convergência, não vai conseguir trabalhar para alcançá-los.

Por isso, é fundamental deixar claros quais são os objetivos do time. Apresente metas, indicadores e valores que devem ser alcançados e como cada função interfere no resultado. Esse tipo de orientação vai garantir que todos remem para o mesmo lado, otimizando a energia das pessoas e recursos da organização.

Ofereça autonomia para formar equipes de alto desempenho

Manter uma postura controladora e rígida em excesso não vai fazer com que os colaboradores trabalhem mais ou melhor. O efeito, na realidade, é justamente o contrário. Diante das necessidades das novas gerações e da própria dinâmica de trabalho, os funcionários demandam cada vez mais liberdade para realizar as tarefas.

Por isso, uma equipe que tem bom rendimento precisa de autonomia. Se você puder garantir que todos conhecem os objetivos e que estão alinhados com a visão da empresa, torna-se mais fácil deixar certas decisões nas mãos dos colaboradores.

Isso transmite a sensação de confiança e melhora, também, a motivação, interesse e engajamento. Como consequência, a produtividade se eleva e os resultados disparam.

Acompanhe o desempenho

Até então, essas etapas tratam da parte de colaboração para a formação da equipe. Todo mundo sabe o que alcançar e tem liberdade para agir em busca desses efeitos. Porém, é preciso estimular a competição saudável. Assim, ninguém fica na zona de conforto e os resultados não se tornam estáticos.

Para chegar lá, comece acompanhando o desempenho individual e coletivo. Defina indicadores e compreenda, exatamente, quais são as ações e as pessoas que estão trazendo os resultados desejados.

Isso evita que tudo corra por conta dos colaboradores e garante que seja possível agir no momento certo, caso necessário.

Reconheça quem são os melhores

Quase metade dos funcionários engajados de equipes de alto desempenho recebe feedback, ao menos, uma vez por semana*. Em se tratando das novas gerações, oferecer retorno é ainda mais importante.

Além de tudo, ao reconhecer quem atua de maneira melhor, você cria um ambiente competitivo de uma forma saudável. Os colaboradores querem ser reconhecidos como os melhores e, por isso, vão se esforçar para chegar lá.

Sendo assim, é fundamental oferecer feedback de maneira constante e consistente. A partir da análise de resultados, faça questão que os melhores sejam reconhecidos e valorizados. Isso criará um ambiente positivo e propenso a gerar mais rendimento das pessoas.

Ao colocar em prática esses passos, é possível formar equipes de alto desempenho de maneira estruturada. Depois, é só colher os frutos de um time que equilibra a ajuda e a competição.

*Fonte: https://www.officevibe.com/employee-engagement-solution/employee-feedback

Compartilhe

Start typing and press Enter to search